Biodiversidade Teresópolis – fotos de Aves, Insetos, Aranhas

Lagartas de borboleta do gênero Caligo, família Nymphalidae

Lagarta de borboleta do gênero Caligo, família Nymphalidae

Lagarta de borboleta do gênero Caligo, família Nymphalidae


Este exército de lagartas de uma borboleta do gênero Caligo estava, tal como descrito na literatura científica, se agregando, à noite, para se alimentar de folhas de uma “bananeira”. Neste caso, porém, trata-se de folhas de Helicônia, também conhecida como bananeira-de-jardim. O interessante é que esta planta não pertence à família Musaceae, mas à família Heliconiaceae. Ambas pertencem á ordem Zingiberales, mas tal definição é importante, pois é comum ler-se que tais lagartas se alimentam apenas de folhas de Musaceae… Embora não muito vistosas e bastante famintas, elas não acabaram com as folhas, nem com as flores, mas em breve enriqueceram meu jardim com uma belíssima borboleta-coruja !

0 Responses to Lagartas de borboleta do gênero Caligo, família Nymphalidae

  1. elizabeth folly moreira says:

    FUI PICADA POR ESTA LAGARTA – MANCHAS VERMELHAS MUITA DOR MUSCULAR E LEVE EMPOLAMENTO… GOSTARIA DE SABER SOBRE O VENENO E OS CUIDADOS

    • Antonio Carlos says:

      Em primeiro lugar, é possível que você tenha confundido o gênero da lagarta. Lagartas de borboletas geralmente não oferecem riscos aos humanos. Em segundo lugar, lagartas não picam. Algumas lagartas, em especial de mariposas da família Megalopygidae, possuem pelos urticantes que podem causar lesões dermatológicas e, em raros casos, até mesmo envenenamento sistêmico.
      De qualquer forma, em caso de acidente com lagartas, de imediato lave bem o local de contato com água. Se necessário, aplique compressas frias e use analgésico via oral. Em casos mais graves, procure um posto de assistência médica. O uso de corticosteróides tópicos e anti-histamínicos pode ser útil, mas somente em casos mais graves, o que raramente ocorre. Nesses casos é melhor contar com a supervisão de um profissional qualificado. Tais acidentes graves são mais comuns com trabalhadores rurais que, por vezes, entram em contato com várias lagartas de pelos urticantes ao mesmo tempo.
      Em qualquer caso, por favor, não mate as lagartas. Elas são extremamente úteis ao sistema ecológico e, consequentemente, à humanidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site dedicado a educação ambiental, revelando não apenas a beleza da Natureza, mas sua importância para a vida humana, no campo físico e no psicológico. A limitação física ao município de Teresópolis se deve às limitações físicas do autor, cujas fotos são quase exclusivamente do bairro Canoas (Teresópolis), enorme área adjacentes ao Parque dos 3 Picos, uma extensão da Serra dos Órgãos. São quase duas mil fotos de aves, insetos, aranhas, serpentes, mamíferos, plantas e fungos.