Biodiversidade Teresópolis – fotos de Aves, Insetos, Aranhas

Mimetismo (Archonias brassolis tereas)

Mimetismo (Archonias brassolis tereas)

Mimetismo (Archonias brassolis tereas)

O mimetismo ocorre quando um organismo qualquer, denominado mímico, possui características físicas que o tornam parecido ao de outra espécie (o modelo), trazendo, esta semelhança, alguma vantagem para uma ou ambas as espécies. No caso desta foto, esta borboleta “tóxica” apresenta coloração aposemática e mimetismo com espécies de outras famílias, como Parides anchises nephalion (foto seguinte). Isto reduz o número de indivíduos que serão caçados e, conseqüentemente, mortos ou avariados, até que o predador aprenda que tais são animais são tóxicos ou impalatáveis e devem ser evitados. Este tipo de mimetismo _ entre espécies de famílias diferentes _ é chamado de batesiano.
Quando o mimetismo se dá entre espécies da mesma família, chama-se mülleriano. Veja alguns exemplos neste site: Família Nymphalidae, todas da subfamília Heliconiinae: Heliconius ethilla narcaea e Eueides isabella dianasa; Heliconius erato phyllis e Heliconius besckei; diversas espécies do gênero Actinote.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site dedicado a educação ambiental, revelando não apenas a beleza da Natureza, mas sua importância para a vida humana, no campo físico e no psicológico. A limitação física ao município de Teresópolis se deve às limitações físicas do autor, cujas fotos são quase exclusivamente do bairro Canoas (Teresópolis), enorme área adjacentes ao Parque dos 3 Picos, uma extensão da Serra dos Órgãos. São quase duas mil fotos de aves, insetos, aranhas, serpentes, mamíferos, plantas e fungos.